Petição Pública

Petição Pública, ajude a salvar o Programa Espacial Brasileiro(PEB)



Se você é realmente brasileiro, ama seu país, acredita no PEB e na sua estratégica necessidade para o futuro de nossa sociedade, exerça a sua cidadania e junte-se a nós nessa luta de levarmos finalmente o Brasil a fazer parte desse fechadíssimo Clube Espacial dos países que dominam o ciclo completo de acesso ao espaço.

Clique na imagem acima para ajudar essa causa!

domingo, 6 de fevereiro de 2011

Guerra nas Estrelas está de volta EUA X CHINA

A China está desenvolvendo armas espaciais que poderiam abater satélites ou congelar sinais de satélites, disse um oficial do Pentágono nesta sexta-feira.

"O investimento na China em armas espaciais é um assunto de preocupação para nós", subsecretário de defesa para o espaço político Gregory Schulte disse a repórteres.

O NSS marca uma grande mudança de práticas passadas, traçando um caminho de 10 anos no espaço para fazer os Estados Unidos "mais resistente" e capaz de defender seu patrimônio em um ambiente drasticamente mais lotado, competitivo, exigente e por vezes hostil, disse Schulte. 

"O espaço já não é o mesmo da guerra fria, na época em que se podia operar com impunidade", disse Schulte. 

"Há mais concorrentes, há mais países lançando satélites ... e temos cada vez mais se preocupar com os países que estão desenvolvendo armas espaciais que podem ser utilizados contra o uso pacífico do espaço. 

"A China está na vanguarda do desenvolvimento dessas capacidades", disse ele. 

Preocupações dos EUA sobre as atividades do espaço de China levaram o secretário de Defesa, Robert Gates, para tentar incluir o espaço no diálogo de estabilidade com os chineses, disse Schulte. 

Em 2007, a China abateu um de seus satélites meteorológicos próprios, utilizando um míssil terra de alcance médio, o que provocou preocupação internacional, não só sobre como a China irá militarizar o espaço "weaponizing", mas também sobre os restos do satélite. 

Anos mais tarde, lixo espacial chinês ainda está flutuando no espaço. No ano passado, os restos do satélite passou tão perto de Estação Espacial Internacional os membros da tripulação teve que mudar de órbita e se abrigar. 

Derrubar o satélite não só chamou a atenção do mundo sobre a quantidade de lixo no espaço, mas também das habilidades chinesas antiespaciais, capacidades que vão além da derrubada da nave espacial, disse Schulte. 

Entre outras atividades antiespaciais, Pequim congestinou os sinais de satélites e está desenvolvendo armas de energia dirigida, que emitem energia para um alvo sem disparar um projétil, disse Schulte. 

E a China não é o único país direcionando seus esforços para atividades antiespaciais. 

O Irã e a Etiópia também estão,disse ele. 

"Eles podem anular satélites comerciais ... Se a Etiópia pode anular um satélite comercial, você tem que se preocupar com o que os outros podem fazer contra os nossos satélites militares. 

"Quinze anos atrás, não precisava-se preocupar com isso, mas agora temos de pensar diferente, pensar em como podemos continuar a realizar as funções críticas que são feitas a partir do espaço, ou, se eles estão degradadas, temos que tem soluções alternativas ", disse Schulte. 

O documento estratégico de 10 anos propõe maneiras de proteger os recursos espaciais dos EUA, incluindo a criação de parcerias internacionais ao longo das linhas da NATO, em que um ataque a um membro seria um ataque a todos, tirando uma resposta unificada dos membros da aliança. 

Os Estados Unidos também "mantém a opção de responder em auto-defesa para os ataques no espaço, e a resposta não pode ser no espaço, também", disse Schulte. 

4 comentários:

  1. OW,now I can understand why you fat americans are so afraid about the emergent countries. When I lived there, I realized this situation and I really felt very happy. Now you fat ass arent save anymore and you have to take care about China, India, Iran and others, because they have money and dont like this thinking of imperials power you have in the Earth. Watch out fat yankees. lol

    ResponderExcluir
  2. acho que vai chegar uma hora que tentend0 se defender do eua ou o proprio tentendo, se defender de outro pais , vamos acabar matando toda a humanidade .... bande de fdp tanta doenca sem cura , e investimentos to futeis iguais a esses me fazer acreditar em certas teorias do fim dos tempos

    abraco

    ResponderExcluir
  3. /\ tendi caralho nenhuma !

    ResponderExcluir
  4. Tentei achar informações sobre o programa espacial etiope, mas não encontrei, então acho que o cara de Defesa americano está meio exagerando sobre isto. O IRAN, tem um prog.espacial mais avançado, já lançaram satelites, pretendem lançar macacos no espaço e já falam em lançar um homem também.

    ResponderExcluir