Petição Pública

Petição Pública, ajude a salvar o Programa Espacial Brasileiro(PEB)



Se você é realmente brasileiro, ama seu país, acredita no PEB e na sua estratégica necessidade para o futuro de nossa sociedade, exerça a sua cidadania e junte-se a nós nessa luta de levarmos finalmente o Brasil a fazer parte desse fechadíssimo Clube Espacial dos países que dominam o ciclo completo de acesso ao espaço.

Clique na imagem acima para ajudar essa causa!

terça-feira, 19 de abril de 2011

Skylon o avião espacial que talvez possa substituir os ônibus espaciais americanos

Londres (CNN) - O ônibus espacial Discovery da NASA já completou a sua missão final, o próximo será o Endeavour e o Atlantis por último, logo após esses voos eles estarão aposentados. E isso marca o fim de um de um capítulo das viagens espaciais, mas para um novo capítulo ser escrito talvez não precisaremos esperar vários anos, se um projeto inovador de uma espaçonave totalmente reutilizável sair do papel.

"Skylon" está apenas na fase de concepção mas ele poderá iniciar uma nova era de exploração do espaço, disseram designers do Reino Unido da Reaction Engines Ltd. A chave para o sucesso do Skylon está no motor do "avião" que é impulsionado por hidrogênio, o motor foi apelidado de SABRE("Synergistic Air-Breathing Rocket Engine"). 

O funcionando do SABRE pode ser descrito da seguinte maneira na fase do voo na atmosfera terrestre o motor queimará o hidrogênio(combustível) juntamente com o oxigênio(comburente) como os foguetes  convencionais, mas o oxigênio será retirado da atmosfera em vez de ser carregado. E somente na fase onde a atmosfera é rarefeita o SABRE utilizará o oxigênio armazenado no seu interior para dar a propulsão necessária.

Ambos os motores, os de foguetes convencionais e os conhecidos como scramjet, já são altamente conhecidos e testados, mas nunca foram testados na mesma câmara de combustão. Se o projeto for bem sucedido possibilitará a decolagem e o pouso de uma nave espacial como um avião convencional.

O Skylon terá cerca de 90 metros de comprimento e poderá transportar cargas de até 12 toneladas e apoiar futuras missões a Lua e Marte. O projeto de desenvolvimento está orçado em 10 Bilhões de dólares, uma pesada fatura.

"Mas se olharmos para os custos de desenvolvimento do airbus A380 não estamos realmente a falar de uma grande quantia de dinheiro", disse Brown. Brown acrescentou que atualmente o acesso ao espaço é extremamente caro, e caso o projeto de certo isso irá reduzir os custos drasticamente.

Fonte:CNN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário